De volta para casa

Eu sabia que seria emocionante, por mais que alguém se coloque alheio a uma causa, o contagio da aproximação da realização, mexe com todos. Fiz 7 vídeos, assim você pode ver cada um no seu melhor tempo, e conhecer a matéria, sem ficar preso a algo chato.

 

Só que tive uma grande surpresa, no posto de gasolina, enquanto eu registrava a chegada dos caminhões, um grito do frentista me tira do foco.

 

É o Barrinha gritou ele, eu respondi, devia ser, mas minha mente viajou para longe, são quase 22 anos sem o Trem Barrinha, que condenou diversas pessoas a imobilidade, e que obrigou muitos a mudarem para buscar um futuro melhor, e ali bem longe de Barra do Piraí, alguém ao ver um trem, em cima de um caminhão, se lembra do Barrinha. Doí saber que o trem não volta por interesses corporativos, por falta de vontade política, e principalmente porque poucos se interessam pelo bem estar do povo.

 

Tá gravado no audio do vídeo, assim como tem a alegria de quem lutou tanto para conseguir ver aqueles vagões entrando em sua cidade.

 

 

Na praça fizemos nossa primeira transmissão ao vivo, só que editei para tirar os espaços que em alguns casos ficou meio exagerado.

 

 

Minha ideia era voltar para casa, mas a imobilidade do Rio é grande, não havia mais ônibus para a volta, e no dia seguinte entrevistei o Marco Silvestre.

 

 

Resolvi aproveitar um trecho gravado, de uma conversa entre eles, que mostra como eles são dedicados a causa.

 

 

Então como estava registrando a montagem, comecei a gravar entrevistas com o povo, e fiz duas, uma com um Professor, e outra com um ferroviário aposentado.

 

E para encerrar os vídeos tem a instalação dos carros de passageiros na praça, e depois um pouco mais de matéria escrita.

 

 

Aqui termina os vídeos que fiz,mas abro um espaço para a UVAFER

 

 

Hoje começamos nossa campanha de Financiamento Coletivo pelo Benfeitoria para que possamos realizar a reforma dos 03 carros de passageiros que estão estacionados na área das antigas oficinas da central, em Valença.

Esses carros foram fabricados em Valença entre 1969 e 1971 e voltaram para a cidade para compor o acervo do Museu Ferroviário de Valença – Uvafer.

Contamos com a colaboração de todas as pessoas que acreditam na importância desse patrimônio para a cultura da cidade de Valença, do Estado do Rio de Janeiro e do Brasil.

Você pode escolher um dos valores para co-financiar a reforma dos vagões (carros de passageiros), que consiste na funilaria e pintura e revitalização da praça dos Ferroviários.

 

Acesse: www.benfeitoria.com/UVAFER”> 

 

O Grupo Amigos da Web, que faz parte do Fórum Rio de volta aos Trilhos, através do Instituto Amigos da Web, em colaboração com a campanha da UVAFER, oferece propaganda gratuita para caso um comerciante, uma indústria, um profissional liberal, um fazendeiro, queira colaborar com esta campanha. Acertem a doação com a UVAFER, e depois eles me informam para colocar a propaganda nesta página, no Portal de Notícias Revista Amigos da Web, e em outros sites os quais somos responsáveis pelo conteúdo. A propaganda vai aparecer entre os vídeos.

 

Se puder, ajude a compartilhar…

 


© 2018 Todos os direitos reservados. Design by: Realidade Virtual